Você está aqui: Início > meninasdemochila     trabalho voluntário     voluntariado     voluntário > Voluntariado Social no exterior – Passo a Passo Mais posts em meninasdemochila     trabalho voluntário     voluntariado     voluntário
23 de outubro de 2015 Voluntariado Social no exterior – Passo a Passo
Essa é a forma que me organizei para encontrar a primeira instituição que atuei como voluntária e acredito que com essas dicas posso ajudar todos que querem fazer o mesmo.
Volunteer at Blue Sparrow
amo essa foto!!! esse lindo mora em Pachachaca no Peru. Na casa dele foi onde comi o melhor macarrão do mundo!!! <3

Decidi organizar tudo por conta pois acho muito injusto o preço que as agências cobram por esse serviço, até porque pagar de 1500 a 3000 dólares  por semana por hospedagem e trabalho voluntário (a maioria não inclui alimentação), é nada mais e nada a menos que turismo de pacote fechado mascarado de ajuda ao próximo, e isso na minha concepção é muito errado.
Mas as ONGs podem cobrar por trabalho voluntário?
Claro que pode!
As ONGs precisam se manter, tem contas a pagar como qualquer empresa e trazer voluntários traz custos. Muitas não cobram, porém as que cobram o fazem porque é realmente necessário.
A maioria não aceita voluntários pra ficar menos que 1 mês, até porque a ideia de ter um voluntário é que ele faça diferença…  me desculpe os “do contra”, mas se não dá pra fazer um diferença significativa em 1 mês, imagina 2 semanas! Então separe no mínimo um mês e 40 horas semanais para fazer parte de um projeto como esses.

Na pracinha perto da escola, em Mumbai na Índia.

1°Passo: Escolha de 3 a 5 ONGs que sejam coerentes com o seu perfil de trabalho, país que deseja atuar e tempo que terá disponibilidade.
Esses sites são ótimos para essa pesquisa:

True Travellers
Para voluntariado na América do Sul, América Central, Ásia e Africa.
Volunteer Work Thailand
Somente Tailândia.
Omprakash
Trabalho voluntário no mundo todo. A maioria cobra taxa, mas são taxas bem justas.
Volunteer South America
Esse é meu preferido, foi onde encontrei a ONG que trabalhei por 2 meses no Peru. Somente América do Sul.
Volunteer Latin America
Somente América Latina.

2° passo: Pesquise sobre as ONGs escolhidas.
Entre nos sites, nas páginas do facebook, veja os projetos delas, procure por depoimentos de ex voluntários dessas ONGs e etc etc

3° passo: Envie um e-mail para as  ONGs escolhidas depois da pesquisa. No e-mail faça uma apresentação pessoal (nome, idade e profissão), diga porque quer trabalhar com eles (projetos que se identificou e como pode fazer a diferença), data que terá disponibilidade para o projeto e o que mais achar necessário. Não se esqueça de escrever em inglês ou espanhol se o país não for de língua portuguesa.
Algumas ONGs tem a ficha de inscrição no próprio site, nesse caso é só preencher e aguardar resposta.

4° passo: Marque uma conversa no skype com as ONGs que responderem.

5° passo: Finalmente escolha 1 ONG, a mais adequada ao seu perfil.

6° passo: Pesquise sobre a cultura do país em questão, sobre a clima na época da sua viagens, roupas adequadas, religião e etc

7° passo: Documentos em geral
  • Visto: verifique a necessidade de visto para a viagem, entre em contato com os consulados e embaixadas.
  • Vacinas: verifique as vacinas exigidas pelo país. Se houver alguma, será necessário providenciar também a carteirinha internacional de vacinação
  • Passaporte: providenciar. Se já tem  um, não se esqueça de verificar a validade (está dentro do período exigido para o país em questão?)
  • Carta da Ong: dependendo o tempo que vai ficar, o visto de turismo pode não ser válido. Verifique a necessidade de tirar visto especial e solicite a ONG os documentos necessários.
  • Procuração: É uma boa deixar uma procuração registrada em cartório com alguém de confiança antes da viagem, casa aconteça algo com bancos, coisas em seu nome e etc e assim evitar dores de cabeça.
P.S: se esqueci de algum documento me avise! 🙂
8º passo: Exames médicos. Faça um check up para evitar maiores transtornos.
9º passo: Comprar passagem, seguro de saúde (importante!!!) e moeda estrangeira
Importante:Alguns países exigem visto até mesmo para conexão. Se no voo que você comprar houver conexão, verifique junto a cia aérea a necessidade de visto.
10º passo: Arrumar as malas. Se já pesquisou sobre a cultura local, já saberá que tipo de roupa levar.
11º passo: Embarque em uma das melhores experiências da sua vida!!!
  • Se curtir o post, peço que compartilhe, principalmente com aquelas pessoas que sonham com uma experiência dessas porém não podem pagar o que as agências cobram.
  • Acha que faltou algo? me avise que acrescento aqui.
  • O que achou desses passos? já fez ou gostaria de fazer um trabalho social voluntário? comente aqui, ou mande sua experiência para o e-mail todomundodemochila@gmail.com ficarei muito feliz em fazer um post especial sobre sua experiência. 
Até mais!



Recentes

    Comente

    Seu email não será publicado.



    *

    Explore

    50 reais barato Brasil dicas Foz Ilha do Marajó Jericoacora Lugares alternativos nacional Pará Porto de Galinhas Rio Soure Ubatuba viagem viagens viagens alternativas viagens de barco viagens econômicas viajar viajar barato

    Favoritos dos leitores